LAURAARRUDA.COM

Onde Sua História É Notícia…

Trabalhadores em lares de idosos devem ser vacinados

De acordo com a nova lei no Reino Unido, todos os trabalhadores em lares de idosos deverão ser vacinados para proteger os residentes.

Os residentes de lares de idosos estarão mais protegidos contra morte e doenças graves, após a confirmação, as pessoas que trabalham em lares de idosos precisarão ser totalmente vacinadas contra COVID-19.

A nova legislação significa que a partir de outubro – sujeito à aprovação parlamentar e um período de carência subsequente de 16 semanas – qualquer pessoa que trabalhe em uma casa de saúde registrada pelo CQC na Inglaterra para residentes que necessitem de enfermagem ou cuidados pessoais deve receber 2 doses de uma vacina COVID-19, a menos que ter uma isenção médica.

Ela se aplicará a todos os trabalhadores empregados diretamente pela casa de saúde ou provedor de casa de saúde (em regime de tempo integral ou meio período), aqueles empregados por uma agência e implantados pela casa de saúde e voluntários implantados na casa de saúde.

Aqueles que vêm para asilos para fazer outro trabalho, por exemplo, trabalhadores da saúde, comerciantes, cabeleireiros e esteticistas e inspetores do CQC também terão que seguir os novos regulamentos, a menos que tenham uma isenção médica.

As respostas à consulta justificaram a extensão desta política para além dos lares de idosos para outros locais onde as pessoas vulneráveis ​​ao COVID-19 recebem cuidados, como cuidados domiciliares e locais de saúde mais amplos.

Com base nessa evidência, o governo lançará uma nova consulta pública em devido tempo sobre se deve ou não tornar o COVID-19 e a vacinação contra a gripe uma condição de implantação em ambientes de saúde e cuidados. Esta é uma questão complexa e o governo está procurando uma ampla gama de perspectivas do setor de saúde e cuidados sobre se isso deve ser introduzido e como poderia ser implementado.

Com informações do GOV.BR

Laura Arruda Online