LAURAARRUDA.COM

Onde Sua História É Notícia…

Depois do Reino Unido, outros países suspendem voos da África do Sul

Já são 4 países que anunciaram restrições a voos de nações africanas devido à B.1.1.529, nova variante do coronavírus descoberta na África do Sul, até o momento.

O Reino Unido incluiu 6 países na lista vermelha de restrições de viagem de viagem devido à pandemia de Covid-19: África do SulBotsuanaEswatiniLesotoNamíbia Zimbábue. Ou seja, os voos comerciais estão temporariamente proibidos e viajantes britânicos ou com residência no Reino Unido que estejam voltando dos locais afetados terão de fazer quarentena independentemente do status vacinal.

Para a Alemanha, não vai aceitar a entrada de viajantes procedentes da África do Sul.

Na Italia foi proibida a entrada em seu território de qualquer pessoa que esteve em 7 países do sul da África nos últimos 14 dias: África do SulBotsuanaEswatiniLesotoMoçambiqueNamíbia Zimbábue.

O governo israelense colocou 7 nações africanas em sua lista vermelha sanitáriaÁfrica do SulBotsuanaEswatiniLesotoMoçambiqueNamíbia Zimbábue. A medida impede que estrangeiros viagem desses países viagem para Israel.

A Comissão Europeia, órgão Executivo da União Europeiapropôs aos 27 países membros do bloco a suspensão dos voos do sul da África. Não foram revelados quantos e quais países da região serão afetados pela proposta, que será debatida em reunião nesta sexta-feira (26). O Ministério da Saúde de Singapura disse que também vai restringir as chegadas de pessoas da região, e o Japão anunciou reforço nos controles de fronteira para visitantes da África do Sul e mais cinco países africanos, mas sem restringir os voos por enquanto.

Com G1

Laura Arruda Online