LAURAARRUDA.COM

Onde Sua História É Notícia…

Image by vgnk from Pixabay

Image by vgnk from Pixabay

Pedidos de isenção do Enem inicia dia 17

O participante que deseja solicitar isenção da taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 e justificar a ausência na edição anterior do exame poderá acessar a Página do Participante para fazer esses procedimentos a partir do próximo dia 17 de maio.

Essa é a primeira vez que o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) publica edital para essa fase separadamente da inscrição. O objetivo é facilitar a compreensão das regras para quem precisa solicitar isenção da taxa de inscrição em 2021 e evitar que os estudantes deixem de se inscrever no exame por acreditar que a isenção ou a justificativa garante a participação. O prazo se encerrará em 28 de maio.

O Inep lembra que todos os interessados no Enem 2021, isentos ou não, devem fazer a inscrição na Página do Participante, tendo como referência o edital específico, ainda a ser publicado. É importante destacar que, mesmo os participantes que tiverem a isenção deferida, também deverão fazer a inscrição. A isenção no exame não garante a participação.

Isenção

Para a isenção de taxa, é necessário que o participante atenda a um dos requisitos: estar cursando a última série do ensino médio no ano de 2021, em qualquer modalidade de ensino, em escola da rede pública; ter cursado todo o ensino médio em escola da rede pública ou ser bolsista integral na rede privada, além de ter renda per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio; ou declarar situação de vulnerabilidade socioeconômica, por ser membro de família de baixa renda e que esteja inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), desde que informe o seu Número de Identificação Social (NIS) único e válido.

Acesse o edital para solicitação de isenção do Enem 2021 e justificativa de ausência no Enem 2020

Acesse a Página do Participante


Com informações do Ministério da Educação e Governo do Brasil / Imagens Pixabay

Laura Arruda Online