LAURAARRUDA.COM

Onde Sua História É Notícia…

food plate healthy italian

Photo by Sebastian Coman Photography on Pexels.com

Pasta ou Macarrão Carbonara uma Linda História que remota à 2ª Guerra Mundial…

Pasta carbonara, uma receita com origens bélicas


É surpreendente descobrir como nasceu a pasta Carbonara, uma fórmula com raízes na Segunda Guerra Mundial e motivada pelo tédio das tropas britânicas, cansadas de comer ovos fritos com bacon todos os dias

O molho Carbonara é uma das receitas italianas mais conhecidas internacionalmente. Em primeiro lugar, há que fazer uma ressalva: embora o creme seja a primeira coisa que vem à cabeça quando se fala em Carbonara, é considerado quase um crime pela mais tradicional cozinha italiana.

A receita original usava ovos, pimenta-do-reino e banha como ingredientes, além de manteiga ou azeite de oliva para unir um molho que não continha natas(Molho Branco).

O termo ‘Carbonara’ está intimamente relacionado ao carvão. A origem da receita está nos Apeninos, uma área do norte da Itália onde a mineração era muito importante. Por isso, pelo fato de serem os carvoeiros que se alimentavam principalmente dos pratos de massa que deviam ser servidos assim que eram cozidos para que o ovo não solidificasse, recebeu esse nome.

Além disso, há quem também diga que a pimenta preta que foi borrifada nesses pratos era uma espécie de homenagem ao carvão, pelo que talvez o nome ‘Carbonara’ se deva ao aspecto desta receita.


E como apareceu o Bacon!?.

Mas a receita teve uma reviravolta em 1944, em plena Segunda Guerra Mundial. As tropas britânicas e americanas lutaram incansavelmente contra o exército alemão. No auge do racionamento, apenas ovos e bacon eram os alimentos que abundavam nas cozinhas desses soldados.

A história conta que um dia, entediados por comerem ovos fritos e bacon no café da manhã todos os dias, eles foram a uma casa para ter uma nova receita preparada com aqueles ingredientes. Como na Itália todo prato que se preze deve ter macarrão, eles prepararam um prato de espaguete al dente com ovos batidos, alho e pequenos pedaços de bacon que coroaram um prato que rapidamente conquistou as tropas.


Fonte – Imperial War Museum Londres

Com o tempo, a receita evoluiu. Ao creme, ingrediente mais popular da Carbonara fora da Itália do que dentro de suas fronteiras, devemos acrescentar a cebola, hoje muito comum nesses pratos de massa.

A Carbonara pode ser a evolução do prato conhecido como “cacio e ova” (queijo e ovos) que os carvoeiros preparavam na véspera.

Uma terceira hipótese nos leva a pensar que a origem da Carbonara se encontra na culinária napolitana a partir do fato de que na culinária napolitana é comum temperar alguns pratos com técnica e ingredientes idênticos aos usados ​​na Carbonara.

Bom, agora que sabemos um pouco desta história instigante da famosa Carbonara, por que não aprendermos como cozinhar a receita original e saborearmos este prato que é uma verdadeira delícia, quando feita na sua forma original, evidentemente.

Siga estes 12 passos corretamente e prove este prato Italiano tão famoso que uniu até mesmos exércitos bem distintos. Então vamos lá!!


Ingredientes

100g de pancetta
50g de queijo pecorino
50g de parmesão
3 ovos grandes
350g de espaguete
2 dentes de alho rechonchudos(grandes), descascados e inteiros
50g de manteiga sem sal
sal marinho e pimenta-do-reino moída na hora


Modo de Preparo

PASSO 1
Coloque uma panela grande com água para ferver.


PASSO 2
Pique finamente os 100g de pancetta, retirando primeiro a casca. Rale bem 50g de queijo pecorino e 50g de parmesão e misture.


ETAPA 3
Bata os 3 ovos grandes em uma tigela média e tempere com um pouco de pimenta preta ralada na hora e sal a gosto, (eu particularmente gosto de acrescentar um pouco de queijo para dar uma consistência a mais). Deixe tudo de lado.

PASSO 4
Adicione 1 colher de chá de sal à água fervente, adicione 350g de espaguete e quando a água voltar a ferver cozinhe em fogo brando constante, tampado, por 10 minutos ou até ficar al dente (recém cozido).

PASSO 5
Esmagar 2 dentes de alho gordos descascados com a lâmina de uma faca, só para machucar.

PASSO 6
Enquanto o espaguete cozinha, frite a pancetta com o alho. Deite 50g de manteiga sem sal numa frigideira grande ou wok e, assim que a manteiga derreter, junte a pancetta e o alho.

PASSO 7
Deixe cozinhar em fogo médio por cerca de 5 minutos, mexendo sempre, até que a pancetta esteja dourada e crocante. O alho já deu seu sabor, então retire-o com uma escumadeira e descarte.

PASSO 8
Mantenha o fogo baixo a pancetta. Quando a massa estiver pronta, retire-a da água com um garfo ou pinça e coloque na frigideira com a pancetta. Não se preocupe se um pouco de água cair na panela também (você quer que isso aconteça) e não jogue a água do macarrão fora ainda.

PASSO 9
Misture a maior parte do queijo com os ovos, reservando um punhado para polvilhar mais tarde.

PASSO 10
Retire a panela de espaguete e pancetta do fogo. Agora despeje rapidamente os ovos e o queijo. Usando a pinça ou um garfo comprido, levante o espaguete para que se misture facilmente com a mistura de ovo, que engrossa, mas não embaralha, e tudo fica coberto.

PASSO 11
Adicione água de cozimento de macarrão extra para mantê-lo picante (várias colheres de sopa devem servir). Você não quer que fique molhado, apenas úmido. Tempere com um pouco de sal, se necessário.

PASSO 12
Use um garfo comprido para torcer a massa no prato ou tigela. Sirva imediatamente com um pouco do queijo restante e ralado com pimenta-do-reino. Se o prato ficar um pouco seco antes de servir, regue com um pouco mais de água quente para o macarrão e o sabor brilhante irá reavivar.


Leia também:

Laura Arruda Online