LAURAARRUDA.COM

Onde Sua História É Notícia…

Governo britânico incentiva gestantes a tomaram vacina contra o Covid

Os dados, do Public Health England ( PHE ), mostram que se tratava de mulheres com menos de 50 anos, que relataram estar grávidas ou poderiam estar grávidas no momento de receber a vacina. Destas, mais de 20 mil mulheres receberam sua segunda dose.

Em 16 de abril de 2021, o Comitê Conjunto de Vacinação e Imunização ( JCVI ) aconselhou que as mulheres grávidas deveriam receber a vacina contra o coronavírus (COVID-19) ao mesmo tempo que o resto da população, com base em sua idade e grupo de risco clínico.

Algumas mulheres grávidas terão sido vacinadas antes desta data se forem clinicamente vulneráveis ​​ou se forem profissionais de saúde, portanto, esses números provavelmente serão muito maiores.

É preferível que as vacinas Pfizer ou Moderna sejam oferecidas às mulheres grávidas no Reino Unido, quando disponíveis, pois há mais dados de segurança disponíveis sobre essas vacinas durante a gravidez.

Embora incomum, a doença grave causada pelo COVID-19 é mais provável no final da gravidez. Mulheres grávidas que contraem infecção sintomática por COVID-19 têm 2 a 3 vezes mais probabilidade de dar à luz prematuramente.

Mulheres que planejam engravidar, que estão no pós-parto imediato ou amamentando podem ser vacinadas com qualquer vacina, dependendo da idade e do grupo de risco clínico. Novos dados também mostram que o programa de vacinação evitou diretamente mais de 52 mil hospitalizações.

Gov.UK

Imagem de Daniel Reche por Pixabay

Laura Arruda Online