LAURAARRUDA.COM

Onde Sua História É Notícia…

Imagem de 14995841 por Pixabay

Imagem de 14995841 por Pixabay

Como surgiu o Dia do Professor e por que há duas datas comemorativas no Brasil?


Minha mãe é pedagoga, ou seja, professora no Brasil. Sabia que a palavra “pedagogo” tem o significado antigo de “escravo que acompanhava as crianças à escola”. Porém, outro significado seria “pessoa que emprega a pedagogia, que ensina, mestre e professor”.

Dia 15 de outubro, comemora-se o Dia do Professor. Profissão esta que me enche de orgulho, mesmo sabendo que não é tão valorizada como deveria ser em nosso País.

Há muitos anos ouço, minha mãe e algumas profissionais, que não desejam mais lecionar. Por que será? Sabemos que a educação no Brasil está sempre em transformação e que o mundo inteiro passa por isso, porém, essa evolução, inevitavelmente, tem o seu lado positivo e negativo, ao meu ver.

O lado positivo, não há palmadas e agressões por parte dos professores que reprimiam os alunos ao errar as tabuadas e por aí vai. O lado negativo, alunos não respeitam os professores e são agressivos com os mesmo, assim vice-versa.

Mas, por quê existe duas datas comemorativas para o Dia do Professor no Brasil?

O exercício do magistério também é celebrado no dia 5 de outubro, no Brasil, devido ao calendário da UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura). Data esta que marca o aniversário do Estatuto do Professor. O Estatuto fala sobre os padrões mínimos de preparação, recrutamento, emprego e condições de trabalho para o professor.

Vale destacar que o documento relata como um dos princípios que a “docência deve ser considerada uma profissão, como uma forma de serviço público, que exige dos professores conhecimentos especializados e competências especializadas, adquiridas e mantidas através de um estudo rigoroso e contínuo”, além de ser um “dever dos países signatários garantir liberdade profissional aos professores, estrutura organizacional que possibilite ascensão de carreira, condições para pactuar salários e formas de trabalho, tempo para planejamento das aulas, horários e número de alunos em sala de aula pré-determinados”, entre outros pontos. A data é celebrada mundialmente pela Unesco desde 1994, porém, oficializada em 1996, na sede da organização, em Paris.

E, como surgiu a data do dia 15 de outubro?

A data surgiu na época do Brasil Imperial. No dia 15 de outubro de 1827, quando Dom Pedro I (Imperador do Brasil) baixou um Decreto Imperial, em que criou o Ensino Elementar no Brasil para que “todas as cidades, vilas e lugarejos tivessem suas escolas de primeiras letras”. O decreto tratava-se da descentralização do ensino, salário dos professores, matérias básicas que todos os alunos deveriam aprender, e até sobre como os professores deveriam ser contratados.

Na época, o primeiro artigo do decreto determinava que os professores deveriam ensinar, para os meninos, a leitura, a escrita, as quatro operações de cálculo e as noções mais gerais de geometria prática. Já as meninas estavam excluídas das noções de geometria, e sim as prendas para a economia domésticas, tais como: costurar, bordar, cozinhar, etc. 

Após 120 anos, um professor paulista teve a iniciativa de criar um dia de descanso em comemoração ao decreto imperial. A história conta que um grupo de professores, liderado por Samuel Becker, tiveram a ideia de criar um dia de folga. O discurso do professor Becker, ficou famoso por ratificar a idéia de se manter a data um encontro anual e também pela frase: “Professor é profissão. Educador é missão”. 

A celebração foi um sucesso e espalhou-se por todo o País. Mas, somente em 1963, foi oficializada como feriado escolar pelo Decreto Federal 52.682. O Decreto definiu a essência e razão do feriado, “para comemorar condignamente o Dia do Professor, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e as famílias”.

Hoje é o dia da profissão da minha mãe, e de milhares professores. Neste ano, tivemos mais uma inesperada evolução no ensino escolar: a era digital e o ensino a distância se alavancou aos pequenos de forma acelerada. 

Tenho muito orgulho dessa profissão, na minha humilde opinião é uma profissão de suma importância para todas as profissões, além disso eu particularmente amo e acho uma linda profissão. Uma profissão brilhante. A profissão das profissões. Aos mestres e educadores, PARABÉNS!


Crédito de Imagem de 14995841 por Pixabay


Laura Arruda Online